Qualidade em informações de dados no software de Business Intelligence

Qualidade em informações de dados no software de Business Intelligence

Atualizado: 8 de Mai de 2018

Com informações de dados o software de Business Intelligence (BI) entrega estes organizados em cenários que geram insights poderosos para orientar a tomada de decisões nas empresas.


Obviamente, o insumo principal deste processo é a informação. E ainda mais óbvio é que se esta não for de qualidade, todo o resultado – do funcionamento do Business Intelligence (BI) e dos negócios – estará comprometido.

A organização dos dados para orientação das análises entregue pelo Business Intelligence (BI) requer informação precisa, completa, atual, confiável. Tudo isso não pode ser “pensado” por um software, somente: o fator humano pesa muito neste processo, afinal, quem sabe quais são os dados mais relevante, valiosos e verdadeiros para o negócio são as pessoas que trabalham nele.


Logo, é fácil supor que um dos maiores fatores de sucesso em projetos de Business Intelligence (BI) é o empenho e a qualificação dos recursos humanos participantes. Uma das principais causas de falhas, também. O erro humano é um dos grandes problemas na falta de qualificação da informação imputada aos sistemas, e isso tem diversas raízes:


– Procrastinação. O colaborador adia a inserção de dados fundamentais em sistemas de negócio e acaba por não fazê-lo. Os dados vão para o limbo;


– Paralelismo. Além dos sistemas de gestão e inteligência, os colaboradores utilizam planilhas, anotações, métodos próprios, criando um sem número de fontes paralelas de dados, o que resulta em um universo de informações dispersas, quando o correto seria tê-las todas concentradas no Banco de Dados, ERP, Business Intelligence (BI) e afins;


– Falta de treinamento. O profissional quer utilizar o Business Intelligence (BI), mas não sabe. Esta é uma falha grave das empresas, que é fácil de ser sanada. Invista em Business Intelligence (BI) considerando desde o início a capacitação dos usuários para garantir o máximo aproveitamento das ferramentas;


– Resistência. Tem tudo a ver com o paralelismo, pois incide na pouca adesão dos colaboradores a novos sistemas, insistindo nos velhos métodos de planilhas e afins, o que dispersa e desqualifica os dados.


TECNOLOGIA TAMBÉM FALHA

Mas nem só de erros humanos se faz o problema da falta de qualidade de dados no Business Intelligence (BI). A falha também pode ser tecnológica, gerada por erros na implantação do software, na migração dos dados, na integração entre sistemas, por incompatibilidade das ferramentas com a infraestrutura da empresa ou mesmo por defeitos dos próprios sistemas – daí a importância de escolher um fornecedor de qualidade comprovada pelo mercado.


Seus dados a seu favor


FORÇA-TAREFA

Informação de qualidade é a base do bom funcionamento do Business Intelligence (BI). E o Business Intelligence (BI) é a base da assertividade na tomada de decisões. O processo só é completo se houver, desde o início, um planejamento que contemple o investimento na avaliação dos dados e trabalho de qualificação, no software de Business Intelligence (BI) (levando em conta produto e fornecedor), nos serviços relacionados a sistemas correlatos e na capacitação dos usuários. Tendo esta força-tarefa, pode apostar: o sucesso é questão de tempo.


Se interessou pelo SOFTWARE DE BUSINESS INTELLIGENCE? ENTRE EM CONTATO CONOSCO, TIRE SUAS DÚVIDAS EM UM CLIQUE.



#bimachine #businessintelligence

0 visualização
Lajeado

Rua Alberto Torres, 613, sala 301, Centro

Lajeado - RS - Brasil

CEP 95900-188

© 2019 BIMachine.

Todos os direitos reservados.

São Paulo

Av. das Nações Unidas 14401, Torre Tarumã, Chácara Santo Antônio

São Paulo - SP - Brasil

CEP  04794-000

Porto Alegre

Rua Praça XV de Novembro, 66,
Centro Histórico

Porto Alegre - RS - Brasil

CEP 90020-080

scaleup_512_2x.png
gptw_512_2x.png
10business_512_2x.png
martechs_512_2x.png