Como o BI auxilia as empresas ante os desafios da nova Lei Geral de Proteção de Dados?

Atualizado: Jul 15

A nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) demandará novas responsabilidades junto às

empresas que usam a coleta e tratamento de dados de clientes como instrumento em suas

estratégias de negócio.


Divulgada em agosto de 2018, e com previsão de ser implementada em agosto de 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) representa um marco ao regulamentar a maneira como os dados pessoais dos brasileiros devem ser usados por organizações públicas e privadas.



Por falar em marcos, a LGPD também será um divisor de águas na forma em que as empresas tratarão suas estratégias de analytics e Business Intelligence. Embora alguns pensem que a nova lei possa representar uma limitação para os negócios e dados vindos de clientes e prospects, ela na verdade traz uma maior transparência e - acredite - novas oportunidades para quem souber utilizar a inteligência de negócios para trabalhar dentro de uma nova realidade digital.


Neste cenário desafiador e ainda a ser desbravado, como utilizar o Business Intelligence para melhorar as análises e extrair o máximo dos dados disponíveis? Algumas práticas já eram comuns e existiam regras vagas acerca da questão, porém a nova LGPD consolida as leis e determina especificidades, mecanismos de controle e ainda prevê severas punições para as companhias que não entrarem em conformidade.


Os novos instrumentos legais impõem às empresas que elas preservem a confidencialidade de alguns dados. Assim, eles somente poderão ser divulgados caso o usuário permita a sua utilização dentro dos termos de serviço - ou seja, as empresas terão que rever os seus termos de serviço e ajustar o uso dos dados fornecidos de acordo com o que for consentido pelos clientes.


Com a nova lei, os consumidores podem negar a informação de dados que não entendam como estritamente necessários para a realização de uma transação de qualquer natureza. Por outro lado, a empresa fornecedora do produto ou serviço se reserva ao direito de não permitir o uso do sistema, caso dados obrigatórios para a prestação do serviço não sejam fornecidos.


OPORTUNIDADES COM O BI


Para as empresas que tem o BI como ferramenta-chave no tratamento dos dados dos clientes, a LGPD representa um momento de reajuste - e de grande potencial, entregando recursos que permitem análises detalhadas, diversificadas e avançadas, capazes de multiplicar as possibilidades de uso das informações coletadas.


Mais do que nunca, dados passaram a ser um ativo valioso. Precioso, pode-se dizer. Insumo básico para decisões de negócio, agora precisará ser ainda melhor tratado, analisado, aplicado, e é para isso que as companhias precisam de soluções avançadas e, ao mesmo tempo, democráticas, que levem facilidade de uso a todos os departamentos corporativos, dando, assim, poder de análise, decisão e ação a colaboradores de áreas diversificadas.


Em um momento em que o mercado vive com o receio de possíveis restrições no uso das informações digitais ao dispor, contar com o auxílio de ferramentas poderosas de análise é fundamental para a competitividade.

Transforme a gestão da sua empresa, venha ser data driven com a BIMachine!

Conheça a maior plataforma analytics da América Latina.

Agende uma conversa com nossos especialistas e saiba como impulsionar os seus negócios.


#bimachine #datadriven #businessintelligence #businessanalytics #plataformaanalytics


152 visualizações
Lajeado

Rua Alberto Torres, 613, sala 301, Centro

Lajeado - RS - Brasil

CEP 95900-188

© 2019 BIMachine.

Todos os direitos reservados.

São Paulo

Av. das Nações Unidas 14401, Torre Tarumã, Chácara Santo Antônio

São Paulo - SP - Brasil

CEP  04794-000

Porto Alegre

Rua Praça XV de Novembro, 66,
Centro Histórico

Porto Alegre - RS - Brasil

CEP 90020-080

scaleup_512_2x.png
gptw_512_2x.png
10business_512_2x.png
martechs_512_2x.png