Na era do analytics, o “achismo” não tem mais vez nas empresas

Atualizado: Jun 9

Por Douglas Scheibler, CEO da BIMachine

Ter poder de decisão acarreta responsabilidades e riscos. Analisar dados é, portanto, indispensável a todo gestor, e é o que justifica uma determinada medida ser considerada como correta, em detrimento de outras, dentro de determinado cenário.


Análises criteriosas, embasadas em informações corretas e bem organizadas, são fundamentais para orientar decisões, representando o divisor de águas entre um passo correto ou em falso.


Somente mediante a avaliação de diferentes possibilidades e cenários os gestores poderão garantir as bases para uma tomada de decisão assertiva. Resumindo de uma forma mais rudimentar, o recado é simples: com o uso dos dados e formas de conhecer precisamente o seu negócio, não há mais espaço para uma gestão baseada em achismos.


Vem sendo instaurada, cada vez mais, uma cultura orientada por dados, que substitui a análise intuitiva e baseada em impressões particulares, pessoais ou mesmo empresariais sobre o mercado. Embora o que chamamos de ‘feeling’ ainda tenha seu valor, este deve ser substituído por uma abordagem qualitativa e quantitativa mais exata, mais precisa, para conduzir análises estratégicas das informações.


Não existe mais espaço para o “eu acho”. É preciso refletir com bases mais certeiras.


Ao contrário do que se possa pensar, esta não é uma questão de conhecimento e concordância geral: mesmo diante das implicações negativas que o “achismo” pode ter sobre os negócios, 67% dos executivos em todo o mundo ainda preferem confiar em seus instintos em detrimento da análise de dados, de acordo com o estudo CEO Survey, divulgado recentemente pela KPMG. 


Por outro lado – e ainda bem -, os demais gestores ouvidos pela pesquisa já iniciaram investimentos em soluções que ampliem a busca pela democratização da informação e da ampla conexão, tendo percebido que a grande quantidade de dados gerados, armazenados e analisados exige um novo raciocínio para que as organizações continuem sendo competitivas e, de fato, possam melhorar os resultados de negócios.


A transformação não deve se restringir às informações: também precisa estar ligada à mentalidade dos profissionais, proporcionando uma percepção diferente que pode, então, ser aplicada a toda a empresa e tornar-se sua cultura orientada a dados. As informações que auxiliam a impulsionar os resultados das estratégias e as operações das empresas devem ser o cerne de uma organização conectada e que apresenta elevada maturidade digital, advinda de um processo de transformação que transporá os silos departamentais.

Conforme Scheibler, direcionar a gestão por meio da avaliação dos dados e da aplicação de análises preditivas tem o poder, ainda, de otimizar funções verticais que atuam de maneira isolada para indicarem novos modelos de negócios, colocando os consumidores no centro das operações e conferindo agilidade e redução de custos na tomada de decisão, além de valor ao cliente.

Isso tudo passa, é claro, por dois pilares principais: a estratégia cultural, da qual falamos em todo este artigo, e a tecnologia, pautada em soluções de Business Intelligence e Business Analytics


Ao passo que a análise baseada na percepção intuitiva utiliza mais elementos subjetivos e suscetíveis a erro, a análise de dados tem como base informações concretas e tangíveis. A atual quebra de paradigma na gestão empresarial ocorre, justamente, por conta das vantagens que o modelo tecnológico apresenta.


Com o aumento crescente da produção de dados, é essencial saber como coletá-los, armazená-los, compilá-los e extrair decisões que, de fato, ofereçam melhores resultados de negócios. 


É mais do que certo: os processos manuais e internos costumam não apenas gerar grandes gastos, mas também baixa confiabilidade nas informações. Então, para que esta análise de dados seja de fato relevante, é primordial contar com plataformas tecnológicas e parceiros experts.


Transforme a gestão da sua empresa, venha ser data driven com a BIMachine!

Conheça a maior plataforma analytics da América Latina.

Agende uma conversa com nossos especialistas e saiba como impulsionar os seus negócios.

#bimachine #datadriven #businessintelligence #businessanalytics #plataformaanalytics

Lajeado

Rua Alberto Torres, 613, sala 301, Centro

Lajeado - RS - Brasil

CEP 95900-188

© 2019 BIMachine.

Todos os direitos reservados.

São Paulo

Av. das Nações Unidas 14401, Torre Tarumã, Chácara Santo Antônio

São Paulo - SP - Brasil

CEP  04794-000

Porto Alegre

Rua Praça XV de Novembro, 66,
Centro Histórico

Porto Alegre - RS - Brasil

CEP 90020-080

scaleup_512_2x.png
gptw_512_2x.png
10business_512_2x.png
martechs_512_2x.png