Suppry Etiquetas alavanca Comercial com BIMachine

Atualizado: 11 de Fev de 2020

A Suppry Etiquetas, indústria especializada em impressão flexográfica, adotou a plataforma de Business Intelligence da BIMachine, para ampliar os recursos e a assertividade na gestão de sua área Comercial, departamento que hoje conta com mais de 15 representantes espalhados por todo o Rio Grande do Sul.


Equipada com máquinas de última geração, profissionais capacitados na indústria e uma equipe de vendas atenta às necessidades mercadológicas, a Suppry buscou no BIMachine uma solução para agregar mais praticidade e atualização a seus relatórios.


Conforme o fundador da empresa, Mauro Luiz Kirst, até o momento a companhia contava somente com relatórios vindos de seu ERP. Com a adoção do BI, a meta é ampliar o escopo de dados à disposição da gestão, possibilitando análises detalhadas dos resultados comerciais obtidos mês a mês.

“Ainda estamos ajustando alguns relatórios, mas os resultados já se mostram bastante satisfatórios”, comenta Kirst.

O CEO da BIMachine, Douglas Scheibler, destaca que o uso do BI para impulso da área Comercial é não apenas uma tendência, mas uma realidade instaurada no atual cenário, em que empresas de todos os setores buscam alavancar a competitividade em meio a um mercado conturbado pelas incertezas macroeconômicas.

“Vender é o objetivo final de todo negócio. É o que faz a roda girar, o que traz crescimento e poderio de investimento”, destaca Scheibler. “Uma boa estratégia comercial é fundamental, mas é preciso muni-la de ferramentas, processos e executores para que funcione efetivamente. E é neste momento que o BI entra em ação”, complementa.

De acordo com o CEO, poder de coleta, integração, organização, padronização e qualificação de dados do BI possibilita entregar a vendedores e gestores as informações de que precisam para nortear planos, ações e buscar resultados cada vez maiores.


O executivo ressalta, ainda, que o uso do BI no foco Comercial traz melhorias fundamentais ao planejamento com base em cenários reais.

“Os gestores podem contar com o acaso, fazer projeções com base no que acham, mas com o BI este quadro muda para uma certeza de situações analisadas ou projetadas com base em dados. Isso é o que difere estratégias assertivas do puro achismo, e pode ser a diferença entre crescer ou estagnar no momento atual”, conclui.

Torne-se uma empresa orientada a dados com a BIMachine!


Agende uma conversa com nossos especialistas e saiba como impulsionar os seus negócios.


#bimachine #datadriven #businessintelligence #businessanalytics

37 visualizações0 comentário