BIMachine: partiu mercado europeu!

Atualizado: Abr 30

web summit

A BIMachine, logo após consolidar a marca, incorporando a SOL7, consultoria em BI que deu origem ao software carro-chefe da empresa, anuncia planos de internacionalização. O CEO e o CTO da companhia, Douglas Scheibler e Augusto Fleck, estiveram no Web Summit Lisboa, em Portugal, e voltaram cheios de novidades, que deverão ser postas em práticas já em 2019.


Começando pela validação de mercado para o BIMachine na Europa, a partir de Portugal. “No WebSummit, notamos que as empresas, principalmente as startups, europeias estão atuando muito concentradas em tendências como machine learning e inteligência artificial. Entretanto, nenhuma das 1800 startups presentes ao evento apresentou uma solução global: todas focam um problema distinto, são bastante verticalizadas. Com o BIMachine, conseguimos entregar uma ferramenta de Business Intelligence e Business Analytics para que os usuários atendam a todos os setores das organizações, contando com uma plataforma que roda em nuvem, em formato self service, em idiomas português, inglês e espanhol”, destaca Scheibler.


Para iniciar a oferta do BI ao mercado europeu, a BIMachine instalará uma unidade em Lisboa em 2019, por meio de parceria. E o leque de atuação pode se espalhar rapidamente, já que durante o Web Summit foram firmados vários contatos com potenciais parceiros – quatro deles já em conversas avançadas.


Veja alguns registros do evento na galeria abaixo:



FOCO NA BIMStore

Para o CTO da empresa, Augusto Fleck, o grande diferencial da BIMachine para a Europa será a BIMStore, loja de aplicativos da plataforma de BI que permite adquirir soluções moduladas para áreas de negócios em um formato pré-estrutarado, que pode ser personalizado e demanda pouquíssimo tempo de implantação.


“Com a BIMStore, conseguiremos entregar soluções para que, em poucas horas, os clientes já saiam usando, e isso é algo inovador para um mercado que, hoje, está muito focado em machine learning, IA, mas com poucas opções de Analytics e BI que deem cobertura a todo o negócio”, comenta Fleck. “Nosso desafio será adequar ao BIMachine ferramentas destas verticais, porém de maneira global, ou seja, com abrangência para as diversas operações de uma empresa”, completa.

Por estas características, o CTO explica que a BIMStore permitirá a BIMachine atender a clientes de Portugal e arredores sem demandar muitos recursos humanos locais para implementação, o que acelerará o avanço da companhia no mercado europeu.


MACHINE LEARNING EM ANDAMENTO

Para tanto, as equipes de desenvolvimento da BIMachine já estão trabalhando na integração de recursos de machine learning ao software. Em breve, novidades serão anunciadas, trazendo à máquina de BI da companhia diversas “caixinhas”, cada uma pensando soluções para determinado departamento ou gap de negócio. Isto porque, conforme Fleck, não é possível ter soluções de machine learning muito abrangentes.


“Quando esta tendência começou a ganhar volume mundial, com soluções como o Watson, da IBM, por exemplo, muitos acreditavam em uma ferramenta de machine learning para atender a todos os setores de uma corporação, mas isto não é possível. Com o que estamos trabalhando no BIMachine, entregaremos diferentes caixas de machine learning para diferentes segmentos, mas tudo em uma plataforma modular, integrada e personalizável, de maneira a permitir que toda empresa possa adotar tais tecnologias, acelerando seus motores de inteligência de negócios, projeção, análise e gestão, de forma concreta, funcional, eficiente, prática e amigável”, finaliza o CTO. 

plataforma bimachine

Transforme a gestão da sua empresa, venha ser data driven com a BIMachine!

Conheça a maior plataforma analytics da América Latina.


Agende um diagnóstico gratuito com nossos especialistas e saiba como impulsionar os seus negócios.


#bimachine #datadriven #businessintelligence #businessanalytics #dados

59 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo