7 Tendências que movimentarão o BI em 2020

Atualizado: Jun 4

2020 começou, e para as empresas, recomeça o desafio de tornar suas gestões ainda mais eficientes e direcionadas com o uso de dados (Data Driven). Nos últimos anos, muitos gestores já fizeram os seus primeiros contatos com tecnologias de analytics e BI para aprimorar seus negócios, mas o potencial destas tecnologias será ainda maior nos próximos. Segundo dados da Research & Market, de 2019 a 2024 a adoção de ferramentas de BI no mundo deverá aumentar em um crescimento médio anual de 12%.


2019 foi um grande ano para o mercado de BI e para as empresas que entraram nesta tendência. Entretanto, estamos falando de uma tecnologia em constante evolução, que se adapta às mudanças do mercado e às necessidades dos mais variados clientes. Aliás, neste ano que começa, a customização será um dos pontos centrais nas ferramentas de BI de sucesso.


Seja qual for o tamanho da empresa, todas estão mudando as perguntas a serem feitas. Na verdade, elas estão se preocupando menos com a quantidade de perguntas ou dados analisados, e sim com a assertividade na busca das informações.


Entretanto, esta é apenas uma das tendências em voga para 2020. Neste texto, separamos seis importantes novidades que deverão repercutir nos sistemas de inteligência de negócio. Confira e veja como sua empresa pode ficar à frente do mercado.

Peccin otimiza gestão com BI


Indústria alimentícia, que exporta para 70 países, comprova ganhos em padronização de dados, potencialização de análises e atesta: ferramenta é essencial para guiar suas decisões estratégicas.


Confira aqui o case completo.


1) Gestão da Qualidade dos Dados (DQM)


Como já falamos antes, a preocupação com a qualidade das informações analisadas se tornou uma questão central para os gestores que tomam suas decisões com base em dados. O foco puro na quantidade de dados foi um equívoco para muitos negócios, gerando confusão e complexidade em vez de mais clareza na visão do negócio. Segundo dados do Gartner, gestões com baixa qualidade nos dados analisados geraram prejuízos médios de US$ 15 milhões/ano.

É por isso que o Data Quality Management (DQM), se tornou a prioridade número 1 para quem lida com BI. Agora o foco é reunir o máximo de informações possíveis, mas acompanhadas de relevância e contexto para que elas sejam utilizadas da melhor forma. Estamos falando de KPIs mais assertivos, processos mais aprofundados de apuração dos dados (utilizando inovações como machine learning), e filtragem de dados irrelevantes.


Além dos ganhos na gestão, o DQM também contribuirá para as crescentes demandas de compliance que empresas no mundo inteiro enfrentam. No Brasil, entra em vigor este ano a LGPD, o que exigirá um cuidado maior das companhias na aquisição e tratamento dos dados dos clientes.


2) Data Discovery/Visualization


Como consolidar e organizar as quantidades gigantescas de dados gerados pelas organizações diariamente? Esta é outra importante dúvida para quem usa soluções de BI - e é o foco do Data Discovery, um elemento essencial que ditará as principais tecnologias de analytics do futuro.


Para as empresas, será fundamental contar com sistemas que prepare os dados, faça a conexão correta entre estas bases, e apresente as análises de forma altamente contextualizada e entendível apresentem de forma entendível. A narrativa dos dados, por meio de gráficos, dashboards e inovações visuais, será um ativo valioso para os gestores em seus processos de decisão. Quanto mais fácil de entender, simples de usar e rápido de operar, melhor.

3) Inteligência Artificial


Esta é umas principais tendências do ano, segundo o aponta do Gartner em seu 2020 Strategic Technology Trends Report. O estudo aponta que o uso de recursos de IA, machine learning e computação cognitiva abrirão novas possibilidades de automação no tratamento e descoberta de dados.


Ao ter um grau de análise dos dados antes mesmo da participação humana, as empresas ganharão tempo, não precisando lidar com quantidades gigantes de dados - um volume que só deverá aumentar com o crescimento da Internet das Coisas, por exemplo. Segundo o Gartner, nos próximos dois anos cerca de 40% das tarefas de data science serão automatizadas nas empresas.


Portanto, prepare sua estratégia de analytics para criar políticas e estratégias de automação no tratamento dos dados, o que tornará o trabalho das organizações muito mais eficientes.


4) Analytics preditivo e prescritivo


Mais do que saber como a sua empresa está no momento, um dos principais papeis do BI será o de usar os dados para prever cenários futuros em seu negócio, e quais as decisões a serem tomadas para cada um deles. Muitas ferramentas atuais de analytics, já utilizam recursos de predição, analisando os dados históricos da empresa para identificar padrões e tendências - e com isso desenhando probabilidades futuras. Para os próximos anos, o grau de inteligência nestes processos preditivos será ainda mais aprofundado, com a chegada de tecnologias de AI e automação.


Entretanto, o termo analytics prescritivo, que você começará a ouvir mais nos próximos anos, propõe um passo além. Com base nos dados não apenas da empresa, mas de outras fontes externas (dados de mercado, concorrentes), ele ajuda a determinar quais medidas deverão ser tomadas para atingir um resultado pretendido. Usando alta tecnologia e processamento avançado, ele ajudará a avaliar precisamente os impactos de cada decisão, antes delas serem tomadas de fato.

5) Colaboração


Hoje, gestores e outros colaboradores estão mudando a sua forma de relacionamento e de como as tarefas são realizadas no ambiente de trabalho. Em linha com outra importante tendência - a da criação de uma cultura de dados dentro das organizações - o futuro do BI caminha para um futuro cada vez mais colaborativo.


O que isso significa? Gradualmente, o uso dos dados nas decisões de trabalho deixará de ficar na mão de poucos para circular por todos os pontos e setores da empresa. Mais pessoas acessarão dados relevantes ao seu trabalho, terão mais controle dos seus processos e farão isso de forma compartilhada, da geração e armazenamento de documentos até controle de checklists e emails.


O compartilhamento de informações e decisões será um foco importante no BI a partir de 2020, dando mais insights sobre como o negócio opera e como ele pode melhorar.


6) BI Móvel


As ferramentas de BI estão gradualmente aumentando a sua presença nos dispositivos móveis, e isso continuará a crescer em 2020. É uma demanda importante dos gestores nas empresas, segundo aponta estudo realizado pela empresa norte-americana Datapine junto a mais de 3000 profissionais da área. Segundo dados do Gartner, as tecnologias de BI mobile deverão manter um crescimento alto em 2020, com uma média de 22,43% ao ano até 2024.


Confira o E-book sobre: Mobile aliado ao Business Intelligence - Uma dupla poderosa.


Acessar informação a qualquer momento, em qualquer lugar e dispositivo se tornou imprescindível para muitos gestores, e as soluções de BI tem o desafio que entregar experiências que atendam essa necessidade, com o melhor em usabilidade e riqueza de informações em tempo real.


7) Embedded Analytics


Quando a empresa consegue incluir o BI dentro do fluxo de trabalho de seus departamentos, estamos falando de Embedded Analytics. Cada vez mais as companhias estão reconhecendo o potencial de integrar suas soluções de BI, como indicadores ou relatórios, dentro de suas soluções de gestão, ganhando tempo nos seus processos de gestão. O que antes era um gargalo, dado ao tempo gasto no trabalho com planilhas, hoje pode se tornar uma arma competitiva.


Aliás, segundo um estudo da Allied Market Research, o mercado de embedded analytics deverá chegar a US$ 60,28 bilhões em 2023, mostrando que ele será cada vez mais bem visto pelas companhias.


Portanto, como falamos no início do texto, a customização e integração serão fundamentais para quem deseja extrair o máximo de seu BI nos próximos anos. E as empresas que se planejarem para ter uma cultura abrangente e integrada no tratamento de seus dados, tem tudo para sair na frente, reduzir complexidades em seus processos, e ser muito mais competitiva.

Transforme a gestão da sua empresa, venha ser data driven com a BIMachine!



Conheça a maior plataforma analytics da América Latina. Agende uma conversa com nossos especialistas e saiba como impulsionar os seus negócios.


#bimachine #datadriven #businessintelligence #businessanalytics #scaleup #scaleupendeavor

Lajeado

Rua Alberto Torres, 613, sala 301, Centro

Lajeado - RS - Brasil

CEP 95900-188

© 2019 BIMachine.

Todos os direitos reservados.

São Paulo

Av. das Nações Unidas 14401, Torre Tarumã, Chácara Santo Antônio

São Paulo - SP - Brasil

CEP  04794-000

Porto Alegre

Rua Praça XV de Novembro, 66,
Centro Histórico

Porto Alegre - RS - Brasil

CEP 90020-080

scaleup_512_2x.png
gptw_512_2x.png
10business_512_2x.png
martechs_512_2x.png